Só deu Brasil na chave feminina do Open de Puerto Vallarta (México), na terceira etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Das três duas brasileiras que participaram do torneio, duas chegaram à final. E, na disputa nacional, quem levou a melhor foi Ágatha/Bárbara Seixas, que venceu Juliana/Maria Elisa em dois sets, com parciais de 21/19 e 21/18.

Campeãs do Circuito Brasileiro na temporada retrasada, Ágatha e Bárbara tinham a convocação contestada na seleção. Em março, elas conquistaram o bicampeonato nacional, superando Juliana e Maria Elisa, e agora pintam com as melhores brasileiras do Circuito Mundial, com duas medalhas em três etapas.

Em Puerto Vallarta, nenhuma dupla estrangeira venceu brasileiras. Talita e Taiana pararam nas quartas de final, diante de Juliana e Maria Elisa. Até então, não haviam perdido um set sequer. Já as medalhistas de bronze vinham de quatro vitórias por 2 sets a 0 antes da derrota na decisão.

A decisão começou com Juliana e Maria Elisa cedendo pontos em erros não forçados, que fizeram Ágatha e Bárbara Seixas abrirem vantagem de seis pontos com 8 a 2. Durante o set o equilíbrio aumentou e a diferença caiu para 14 a 13. Após um pedido de tempo, porém, Ágatha e Bárbara Seixas recuperaram o controle do duelo e fecharam o set em 21/19.

O segundo set começou diferente do primeiro, com Juliana e Maria Elisa abrindo vantagem no início. Os ataques de Bárbara Seixas, porém, ajudaram a virar a partida em 8 a 7. Dali em diante, Ágatha/Bárbara Seixas sempre manteve a vantagem no placar com consistência no ataque, fechando o set e o jogo em 21/18.

HOMENS – No masculino, vale lembrar, o Brasil não mandou nenhuma das suas quatro duplas titulares. Tanto Márcio/Thiago quanto Bruno/Hevaldo ficaram na primeira rodada dos mata-matas. O título ficou com a dupla da Letônia Samoilovs/Smedins, atual campeã do Circuito.