O Brasil não terá representantes entre os quatro melhores das Finais do Challenger, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

Após perder a estreia, Thomaz Bellucci deixou o torneio por contusão no ombro esquerdo, e Thiago Alves, que era o primeiro reserva, entrou no seu lugar.

Alves, 131º do mundo, enfrentou nesta quarta o espanhol Ruben Ramirez Hidalgo, 96º, e foi derrotado por 6/3 e 7/6 (7/3).

Hidalgo, que vinha de derrota para Adrian Ungur, 112º, dominou a partida, mas quase permitiu que o brasileiro iniciasse uma reação no final do segundo set.

Alves volta a jogar nesta quinta contra Ungur, não antes das 19h, mas mesmo que tire a invencibilidade do romeno no torneio não avança às semifinais.

No ano passado, quando aconteceu a primeira edição do torneio, Bellucci caiu nas semifinais.
As Finais do Challenger reúnem os melhores tenistas no circuito de mesmo nome, composto por torneios de segundo escalão, da temporada.

Bellucci entrou no evento como convidado.

Os oitos tenistas são divididos em dois grupos de quatro e os dois melhores de cada chave avançam às semifinais.