Em apenas quatro dias, o Brasil já conquistou mais de 100 medalhas nos Jogos Parapan-Americanos de Guadalajara: já são 104, sendo 40 de ouro, 30 de prata e 34 de bronze. O forte desempenho levou o País a disparar no quadro geral, já que os Estados Unidos, segundo colocado, têm 66 medalhas no total, com 28 de ouro.

Dos 40 ouros brasileiros, oito foram conquistados na última quarta-feira. A natação, dona de 50 das 104 medalhas, contribuiu com mais 14, quatro delas de ouro. No atletismo, o Brasil ganhou mais duas medalhas douradas: Lucas Prado bateu o recorde Parapan-Americano dos 200m T11, com 22s85, e Thierb Siqueira venceu os 200m T12.

A bocha também garantiu o ouro na classe BC4 no último dia de competições da modalidade, além de dois bronzes com José Carlos Chagas, na BC1, e Clodoaldo Massardi, na BC3.

Mas o pódio mais comemorado foi no ciclismo de pista, com dobradinha verde-amarela na prova de perseguição da classe C4-5. João Schwindt e Soelito Ghor conquistaram ouro e prata, respectivamente, em uma final emocionante no velódromo de Guadalajara.

A equipe feminina de goalball conquistou sua primeira vitória nos em Guadalajara com uma goleada, 10 a 0 sobre El Salvador e está classificada para a semifinal, com um dia de descanso. Já a equipe masculina enfrenta El Salvador e México depois de golear a Argentina por 14 a 4.