Desta vez não foi com Juliana e Larissa, mas o Brasil conquistou neste domingo mais um título no vôlei de praia. Em uma final totalmente brasileira, a dupla Talita/Maria Elisa derrotou a parceria formada pelas irmãs Maria Clara e Carolina por 2 sets a 1 – com parciais de 21/17, 19/21 e 15/11 – e faturou a etapa de Quebec, no Canadá, do Circuito Mundial.

De quebra, para comprovar a superioridade do Brasil nas areias canadenses, Taiana e Vivian ficaram com a terceira colocação ao baterem as espanholas Liliana e Baquerizo por 2 sets a 0 – com parciais de 21/13 e 21/19 -, na disputa pelo terceiro lugar da etapa, que é a 10.ª da temporada de 2011.

Com o título, Talita e Maria Elisa voltam a ocupar o lugar mais alto do pódio no Circuito Mundial após quase 11 meses. A última conquista da dupla havia sido na etapa holandesa, em agosto do ano passado. “Estamos muito felizes não só pelo título, mas também por termos dado mais um passo rumo a Londres. A caminhada ainda é longa, mas estamos no caminho certo. Vamos comemorar somente hoje (domingo) e amanhã (segunda-feira) já pensar no Grand Slam da Polônia”, contou Talita.

A vitória nas areias canadenses faz a dupla saltar do quinto para o segundo lugar no ranking mundial, atrás apenas de Juliana/Larissa, que tem 4.880 pontos. Talita e Maria Elisa somam agora 4.600 pontos e estão à frente de Kessy/Ross e Walsh/May, ambas dos Estados Unidos, com 4.460 e 4.420 pontos, respectivamente.

MASCULINO – Entre os homens, o desempenho não foi tão bom, mas a dupla Moisés/Álvaro Filho tem muito o que comemorar. Estreante no Circuito Mundial, os brasileiros ficaram com o quarto lugar na etapa de Quebec. Neste domingo, a dupla disputou a medalha de bronze, mas acabou superada pelos experientes norte-americanos Gibb e Rosenthal em dois sets: parciais de 22/20 e 21/19.

A medalha de ouro ficou com os campeões olímpicos Rogers e Dalhausser, dos Estados Unidos, que superaram os compatriotas Fuerbringer e Lucena por 2 sets a 0, parciais de 23/21 e 21/19.

Após a etapa canadense, a liderança do ranking mundial segue com os brasileiros Alison e Emanuel, que somam 5.260 pontos. Com o título em Quebec, Rogers e Dalhausser reduziram a distância e agora têm 5.060. A terceira colocação é dos alemães Brink e Reckermann, que acumulam 3.960 pontos.