Bogotá (AE) – O Brasil entra em campo hoje (às 20h30 de Brasília), com transmissão de Record e ESPN Brasil, para fazer mais um clássico do futebol mundial e do continente na última rodada do hexagonal final do Sul-Americano Sub-20, em Manizales. A equipe de René Weber ainda disputa o título do torneio, mas tem poucas chances de sucesso, como a Argentina de Hugo Tocalli. Apesar do título mundial conquistado pelos brasileiros em 2003, e do último sul-americano pelos argentinos no mesmo ano, as duas equipes mostraram um futebol sem brilho neste torneio e passaram longe de sua tradição.

Basta uma vitória sobre a última colocada Venezuela, na preliminar do jogo do Brasil, para a anfitriã Colômbia garantir o título deste sul-americano, que não apresentou inovações táticas e nenhuma revelação talentosa. Mas este campeonato entra para a história com a quebra de um recorde. O artilheiro do torneio, o colombiano Hugo "Rodagol" Rodallega, apelidado assim pela facilidade em fazer gols, marcou dez vezes para seu time neste torneio. O recorde anterior pertencia ao argentino Luciano Galletti, que fez nove vezes para seu time no Sul-Americano de Mar del Plata, em 1999.

Apesar do título estar quase definido em favor da Colômbia, Weber fez o treino da equipe com portas fechadas. "Não há nada para esconder, mas vamos treinar com portões fechados", declarou o treinador. Para o mundial, na Holanda, fica o alerta. Os brasileiros precisam melhorar consideravelmente seu jogo.