O Brasil pode voltar a receber uma etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística em 2015. A decisão sobre o retorno do circuito mundial da modalidade ao País será tomada em outubro, no congresso da Federação Internacional (FIG). Caso o Brasil tenha sucesso na demanda, o evento deverá ser realizado em São Paulo, no mês de abril.

A última vez que o Brasil recebeu a competição foi em 2006, quando a Super Final da Copa do Mundo foi disputada no Ginásio do Ibirapuera. Na ocasião, Daiane dos Santos ganhou a medalha de ouro no solo, sua última grande conquista na carreira. Diego Hypolito foi campeão no mesmo aparelho, e o País ainda subiu ao pódio com Lais Souza (prata no salto e bronze no solo) e Daniele Hypolito (prata na trave).

A realização de uma competição de grande importância internacional é uma demanda dos ginastas de ponta do País. Campeão olímpico e mundial das argolas, Arthur Zanetti sempre pediu a oportunidade de competir em casa contra grandes rivais. O evento-teste para a Olimpíada do Rio será realizado apenas em abril de 2016, a quatro meses do início dos Jogos – a competição definirá as últimas vagas para o torneio olímpico.

Segundo a Confederação Brasileira de Ginástica, a realização de meetings internacionais nos últimos anos credencia o País a pleitear uma data no calendário internacional. “Este ano, o Brasil realizou o Meeting de Ginástica Artística em Santos, no mês de abril, e em agosto o Meeting de Ginástica Rítmica, em Vitória, com a participação da Rússia e da Espanha. Sempre contamos com a presença de países com muita representatividade nas modalidades”, informou a entidade em nota.