No primeiro Mundial juntas, Isabel Swan e Martine Grael já conseguiram figurar na elite da classe 470. As brasileiras deixaram a Copa do Mundo de vela realizada em Hague, na Holanda, na sétima colocação geral, com 101 pontos perdidos.

Com 30 pontos perdidos, as holandesas Lisa Westerhof e Loblke Berkhout foram as campeãs. A medalha de prata ficou com Jo Aleh/Olivia Powrie, da Nova Zelândia (37 pontos) e o bronze com as italianas Giulia Conti e Giovanna Micol (55 pontos).

Martine Grael gostou do resultado em Hague. “Este ano está sendo dedicado à nossa preparação e aos treinamentos. Não estávamos preocupadas com os resultados, mas o nosso saldo aqui na Holanda foi bem positivo, melhor do que esperávamos. Estar entre as melhores nos motiva ainda mais para conquistarmos o nosso objetivo maior, que é a classificação para as Olimpíadas de 2012”, disse.