O Brasil brilhou na maratona aquática de 10 km da etapa da Copa do Mundo disputada em Hong Kong, neste sábado. Samuel de Bona obteve feito inédito ao conquistar a primeira medalha de ouro brasileira no masculino em uma etapa da competição. No feminino, a favorita Poliana Okimoto também subiu ao lugar mais alto do pódio.

Samuel de Bona faturou o ouro ao completar o percurso em 1h53min34s0. Ele foi seguido de perto pelo francês Roan Beraud (1h53min35s0) e pelo australiano Rhys Mainstone-Hudson (1h53min35s6). O australiano Simon Hultenga (1h53min35s7) chegou em quarto, logo à frente do brasileiro Allan do Carmo (1h53min37s0).

Entre os demais brasileiros na disputa, Diogo Villarinho terminou a prova em 9º (1h53min40s6), Victor Colonese foi o 16º (1h55min22s7) e Luis Rogério Arapiraca (2h01min01s3) cruzou a linha de chegada no 23º lugar.

Na versão feminina da prova de 10 km, Poliana confirmou o favoritismo sem dificuldade. A campeã mundial venceu a disputa com o tempo de 2h02min48s5. A italiana Martina Grimaldi (2h0min57s8) foi a segunda colocada, enquanto a chinesa Lei Shan bateu em terceiro(2h02min58s1). Ana Marcela Cunha chegou em quarto, com 2h02min58s6. Outra brasileira na disputa, Betina Lorscheitter foi a 11ª colocada (2h03min02s5).