Dos sete brasileiros que entraram no tatame neste domingo, em etapas da Copa do Mundo de Judô, apenas Walter Santos chegou ao pódio. Ele conquistou a medalha de bronze em Tallinn, na Estônia, na categoria peso pesado. Entre as mulheres, que competiram em Lisboa, o melhor resultado foi de Maria Portela, que perdeu a disputa pelo bronze e ficou em quinto na categoria até 70 kg. Na semana que vem, o Rio de Janeiro recebe a elite do judô em uma etapa do Grand Slam.

Com a segunda medalha de bronze seguida – ele havia ficado em terceiro também em Bucareste -, Walter Santos soma mais 40 pontos no ranking mundial do judô. Atualmente ele é o 27.º, sendo o segundo melhor brasileiro na categoria, atrás de Rafael Silva, 13.º. classificam-se para os Jogos Olímpicos os 22 melhores, com o limite de um por país.

Na estreia em Tallin, Walter venceu Deniss Smoldarev, da Estônia, por ippon. Na segunda rodada, o brasileiro foi derrotado pelo holandês Luuk Verbij, por yuko. Já na repescagem, venceu o inglês Chris Sherrington, por wazari, e o russo Renat Saidov, por ippon, na luta que valia o bronze.

Na categoria até 100 kg, Leonardo Leite venceu o lituano Marius Labalaukis e perdeu depois para Viktors Reshko, da Letônia. Na repescagem, caiu frente ao ucraniano Artem Bloshenko. No mesmo peso, David Silva perdeu logo na primeira luta, para o lituano Marius Paskevicius.

Em Lisboa, Maria Portela parou na disputa pelo bronze. Na primeira luta, venceu Franciska Szabo, da Hungria, e depois Bernadette Graf, da Áustria. Perdeu em seguida para a alemã Barbara Bandel, que ficaria com o ouro depois. Na repescagem, venceu a britânica Megan Fletcher, mas perdeu na disputa do bronze para Erica Barbieri, da Itália. Já Nathalia Bordignon perdeu de cara para Maria Bernabeu Avomo, da Espanha.

Na categoria até 63 kg, Mariana Silva venceu Joana Santos, atleta da casa, e perdeu na segunda luta para Marijana Miskovic. No mesmo peso, Katherine Campos de Moraes venceu a eslovena Nina Milosevic e perdeu depois para a britânica Faith Pitman.