O brasileiro Lucas Di Grassi venceu na madrugada de domingo o 52.º GP de Macau, e entrou para a história da mais difícil e famosa corrida de Fórmula 3 do mundo. O compatriota João Paulo de Oliveira ficou em quarto e Fábio Carbone em 12.º. O sobrinho de Ayrton Senna, Bruno Senna, abandonou na primeira volta. A corrida começou a se definir logo na partida, quando o pole position, o francês Loic Cuval, queimou a largada, e recebeu a punição de fazer uma passagem pelos boxes. Di Grassi, que largou em terceiro, ultrapassou o polonês Robert Kubica para caminhar para a vitória. João Paulo, largando em sexto, conseguiu ultrapassar o inglês Mike Conway e o italiano Paolo Montin, para se posicionar em terceiro. No terço final da prova de 15 voltas pelo circuito de rua o alemão Sebastian Vettel, o segundo piloto da poderosa equipe francesa ASM, veio se recuperando da oitava posição em que largou e ultrapassou o brasileiro.