Estimulados pelos títulos consecutivos conquistados em Montreal (Canadá) e São Petersburgo (Rússia), Márcio e Fábio Luiz estréiam nesta quinta na etapa de Paris – a 10.ª da temporada – do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Os atuais campeões brasileiros podem fazer domingo a sexta final seguida, a sétima no ano e levar o terceiro ouro em 2006. Eles ocupam a segunda colocação no ranking, com 4.800 pontos contra 5.260 dos líderes Ricardo e Emanuel.

Márcio e Fábio Luiz chegaram à capital francesa na segunda-feira e estão experimentando o verão mais rigoroso dos últimos anos. Autoridades locais temem a repetição da tragédia de 2003, quando cerca de 15 mil pessoas morreram em conseqüência de problemas associados às altas temperaturas. Ontem, os termômetros voltaram a encostar nos 35ºC.

A arena de Paris foi montada no Campo de Marte, praticamente aos pés da Torre Eiffel. É a terceira rodada das quatro que compõem o Grand Slam, importante não apenas pela premiação superior oferecida pelos organizadores, mas sobretudo pela maior distribuição de pontos.

Além de Márcio/Fábio Luiz e Ricardo/Emanuel, o Brasil será defendido por mais três duplas em Paris: Franco e Pedro Cunha, terceiros na classificação geral, Nalbert e Luizão, que receberam convite dos organizadores e entram direto na chave principal, e San e Pará. Os irmãos paraenses participam pela primeira vez do circuito.