Por muito pouco a equipe brasileira do revezamento 4 x 100 m, que havia feito o melhor tempo de sua eliminatória para a final, não conseguiu uma medalha de bronze. Neste sábado, Vicente Lenilson, Rafael Ribeiro, Basílio de Morais e Sandro Viana marcaram 37s99 e terminaram a prova na quarta colocação. Aliás, com este resultado o País se despede do Mundial de atletismo disputado em Osaka, no Japão, com apenas uma medalha, a prata de Jadel Gregório no salto triplo.

Os norte-americanos Tyson Gay, Darvis Patton, Wallace Spearmon Jr. e Leroy Dixon confirmaram o favoritismo e foram os mais rápidos (37s78), levando o ouro. A Jamaica (Marvin Anderson, Usain Bolt, Nesta Carter e Asafa Powell), com o tempo de 37s89, cruzou a linha de chegada na segunda colocação, seguida pelos britânicos Christian Malcolm, Craig Pickering, Marlon Devonish e Mark Lewis-Francis, que cravaram 37s90.

Em Mundiais, o Brasil levou medalha no revezamento em Sevilha (1999) – bronze com André Domingos, Claudinei Quirino, Édson Luciano e Raphael de Oliveira – e em Paris (2003) – prata com Cláudio Roberto, André Domingos, Édson Luciano e Vicente Lenilson.