O zagueiro Breno, do São Paulo, será submetido nesta semana a uma cirurgia no joelho direito para corrigir as recorrentes lesões no local. Sem jogar desde fevereiro por uma tendinite, o defensor de 27 anos deverá ficar parado pelo menos por mais seis meses para se recuperar do procedimento. Neste ano ele atuou apenas nas três primeiras partidas do time.

A cirurgia procura corrigir algumas falhas de outra operação realizada no joelho anos atrás, nos Estados Unidos, quando Breno defendia o Bayern de Munique. No futebol alemão, o zagueiro viveu a pior fase da carreira, ao ficar três anos preso por ter incendiado a própria casa, em 2011. Desde então, tem sofrido para manter a sequência de jogos e a regularidade longe das lesões.

Breno voltou ao São Paulo como contratação para a temporada 2015. Após passar meses em recuperação da forma física e para se livrar de uma série de lesões, reestreou em agosto. Fechou o ano com a participação em sete jogos e um gol marcado.

No início de 2016 o defensor começou a temporada mais cedo para aprimorar a forma física e evitar problemas musculares. Breno foi titular nos três primeiros compromissos do São Paulo do temporada, até sentir a tendinite que o afastou da equipe até agora.