O lateral-direito Cafu acredita numa boa campanha da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, por acreditar que um dos segredos do bom momento do Brasil foi a manutenção do técnico Dunga no comando da equipe. Para Cafu, o treinador possui um caráter forte e tem o grupo na mão.

Cafu defendeu a seleção brasileira nos Mundiais de 1994, 1998, 2002 e 2006. O capitão conviveu com Dunga em 1994 e 1998. “O Dunga é um cara normal, como todo mundo. Mas se destaca por ser um trabalhador persistente. E tem uma personalidade forte, um caráter forte”, disse.

O Brasil foi a primeira seleção sul-americana a garantir classificação para o Mundial. “Graças ao trabalho do Dunga”, afirmou Cafu. “Vocês [imprensa] criticaram o Dunga durante todo esse tempo, e agora viram que deu certo. O trabalho dele superou todas as expectativas.”

Cafu evitou opinar sobre a possibilidade de Ronaldo ser convocado para a Copa do Mundo de 2010. “Difícil falar se ele vai voltar para o Brasil. Tudo dependerá do que acontecer em 2010, se ele arrebentar ou não. Mesmo assim é tudo muito difícil.”

Ele não descartou a Argentina entre os favoritos ao título da próxima Copa. “Toda grande seleção é favorita. Em 2002, o Brasil se classificou com dificuldades nas Eliminatórias e acabou ganhando a Copa. Os argentinos estão passando pela mesma situação agora, e jamais devem ser descartados.”

Cafu está sem clube e trabalha na promoção de eventos. O jogador de 39 anos disse que só vai pensar na aposentadoria em 2010. “Vamos ver se aparece algo para o Paulistão. Se não acontecer, no começo do ano que vem eu faço uma despedida do futebol.”