Feliz pela vitória sobre o Fluminense, Caio Júnior deixou o gramado do Engenhão na noite de sábado satisfeito também pela aplicação tática do Botafogo. Para o treinador, os jogadores souberam cumpriram suas funções, levando o time da casa ao terceiro lugar da tabela do Brasileirão.

“Acredito muito em determinação tática, cumprir função e ter um sistema bem definido. Independentemente do que acontecer no jogo, os atletas acreditam. Tem sido a tônica conseguirmos impor nosso ritmo. Fomos muito bem no primeiro tempo, com seis chances de gol, e merecíamos ter saído na frente. O Fluminense cresceu e o segundo tempo foi emocionante, mas criamos muito mais e vencemos”, analisou.

Na avaliação de Caio Júnior, o meia Maicosuel, que vinha de atuações irregulares, foi o principal jogador do time. “Maicosuel teve uma função tática fundamental. Cheguei à conclusão que Mariano seria uma peça-chave e, se não tomássemos atitude, teríamos dificuldades. Maicosuel, ajudando e acompanhando, foi decisivo. Ele marcou e jogou. Para mim, foi o jogador mais importante em campo. Pena não ter feito um gol”, comentou.

Garantido no G-4 até o fim da rodada, que marca o fim do primeiro turno, o treinador espera agora manter o bom ritmo, depois de sofrer com baixas no elenco no início do campeonato. “Agora tenho o grupo todo na mão, é outra etapa. Vamos ser pressionados para nos mantermos. Precisamos trabalhar com os pés no chão e enxergar que falta muita coisa”, projetou.