Bilhares Celli, campeão geral ano passado do "Peladão" sofreu, no final de semana, novo tropeço, comprometendo sua classificação para as finais deste ano. Desta feita, Bilhares Celli foi derrotado pelo FC Corisco por 2×0, numa partida em que o campeão esteve muito aquém de suas reais possibilidades, enquanto que o FC Corisco fez uma partida de gala, merecendo amplamente a vitória.

Nesta rodada ainda, outras grandes surpresas, quando pelo menos três invictos perderam a invencibilidade: o Dubar Futebol e Cerveja que foi derrotado pelo Combate Centenário, o Boca Junior’s/Medifarma (campeão ano passado da série "Tribuna" que sucumbiu ante o Azzulivre por 3×2, e o União Asa Negra que não passou pelo Móveis Nogueira para o qual perdeu por 2×1.

Outro grande destaque da rodada, foi o encerramento do 1.º turno da categoria de Funcionários Públicos, na qual o esquadrão GMC conquistou o "ponto extra" vencendo o Regimento Coronel Dulcídio por 2×0, sendo, ainda, beneficiado pelo empate em 0x0 entre o 13.º BPM/Frigorífico Sereno e o Caramuru/Madeireira Eulide.

Outros jogos que foram destaque: Velha Guarda 1×0 BPGD/Lojas Ulbra 5 Irmãos (Veteranos), Udinese 5×4 Atentados Cajuru (série "Tribuna), e Anjo Dourado 5×1 Ouro Verde EC (Feminino).

A rodada, a 10.ª do campeonato, registrou 22 partidas, nas quais foram marcados 98 gols, com média de 4,45 tentos por jogo. A maior goleada foi disparada pelo Cosmos FC, da série "Tribuna", que aplicou 9×1 no Olympikus FC. A disciplina foi excelente, sendo anotada a expulsão de um único atleta nos 22 encontros realizados.

Todo e qualquer recurso quanto a resultados, irregularidades, arbitragens, devem ser endereçados, por escrito ao presidente do Tribunal Especial de Justiça Desportiva o mais tardar até às 18h de hoje, recolhidas as taxas previstas em regulamento, sem o que a petição não terá valia.