Começou a contagem regressiva para a temporada internacional de automobilismo. O início, em Curitiba, do Campeonato Mundial de Turismo da FIA – WTCC, é na verdade a ?primeira volta? das principais categorias internacionais.

É uma grande prévia do que será o ano, repleto de competições, e a festa de abertura do campeonato que deve ser o mais equilibrado entre os promovidos pela Federação Internacional de Automobilismo.

Os carros e alguns dos pilotos já chegaram a Curitiba. Os equipamentos e os bólidos chegaram no sábado ao aeroporto Afonso Pena – a primeira leva tinha oito carros e oito toneladas de equipamentos. Quase ao mesmo tempo, caminhões levando 22 contêineres deixavam o Porto de Paranaguá rumo ao Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais. Ontem, a Receita Federal vistoriou todos os equipamentos que vieram da Europa, operação de rotina que libera definitivamente as equipes para trabalhar nos carros.

A expectativa agora é pela confirmação de uma temporada equilibradíssima. Serão 21 pilotos na prova que abre o campeonato – assim como no ano passado, cada final de semana tem duas etapas, e a tendência é que os carros da BMW surjam como favoritos – até porque levaram os dois últimos títulos, com o inglês Andy Prilaux, que entrará na sexta-feira na pista com o carro número 1.

Seus principais rivais na luta pelo tricampeonato do WTCC também estão de BMW – são o alemão Jörg Müller e o curitibano Augusto Farfus Jr., único brasileiro a participar do campeonato. Após um 3.º lugar em 2006, ele trocou a Alfa Romeo pela marca germânica sonhando em conquistar o título. ?Espero que eu e minha BMW estejamos prontos para começar o ano com o pé direito?, afirmou.

Os carros da Seat, que dominaram a maioria dos treinos da temporada passada, tentam agora manter a regularidade. Entre os pilotos, destaque para Gabriele Tarquini, que pode ser  considerado o ?número 1? da equipe, e para o mexicano Michel Jourdain Jr., egresso da Fórmula Indy – agora Champ Car.

Na equipe oficial da Chevrolet, a expectativa é que Alain Menu e Nicola Larini – que correu na Ferrari na F1 – consigam melhores resultados que no ano passado – em 2006, os Lacetti só apareceram em Curitiba por conta do grave acidente de Alain Menu. Fechando os carros do ano aparecem os Alfa de Olivier Tielemans e James Thompson, uma das revelações da temporada que passou.

Pista só amanhã

Os carros do WTCC só entram na pista amanhã, em meio a uma programação que reúne também a Copa Clio e o Brasileiro de Marcas. O treino que define o grid da 1.ª etapa acontece às 15h de sábado, e as corridas estão marcadas para as 12h15 e 15h30 de domingo.

O ingresso é um quilo de alimento não-perecível, que pode ser trocado nas Ruas da Cidadania de Santa Felicidade, Boa Vista, Matriz, Fazendinha/Portão, Carmo/Boqueirão, Pinheirinho, Bairro Novo, Regional Cajuru e Regional da CIC.