São Paulo – A equipe Dr. Walker Chiropractics, do Canadá, já está no Brasil. Os ciclistas Tony Zarzadias, Scott Slater, Brad Slater, Dave Vunic, Dylan Sebel e Darren Vogler estão treinando desde o fim de semana em Florianópolis para a disputa da 16.ª Volta Ciclística BR de Santa Catarina, que começa quinta-feira, em Tubarão. A tradicional competição terá ainda a participação de representantes do Paraguai, da Argentina e, claro, do Brasil.

A equipe canadense fez questão de chegar alguns dias antes para facilitar o trabalho de adaptação ao clima e à mudança de fuso horário, problemas que os ciclistas brasileiros, argentinos e paraguaios não terão. A competição reunirá ao todo 131 atletas de 22 equipes.

As grandes favoritas, mais uma vez, serão as brasileiras Caloi/Suzano/PowerBar e Memorial/Santos, que contam com as melhores estruturas do país. O mineiro Cássio de Paiva Freitas, da Caloi, vai tentar a conquista do quarto título de campeão da prova. Já o catarinense Marcio May, da Memorial, tem duas vitórias na Volta de Santa Catarina.

A edição de 2002 da competição será aberta com um prólogo, contra relógio individual, em Tubarão, e terá nove etapas, que percorrerão oito cidades, num total de 821,2 quilômetros. A competição vai homenagear os 25 anos da Federação Catarinense de Ciclismo (FCC), organizadora da prova.

Neste quarto de século, Santa Catarina produziu e exportou nada menos que cinco ciclistas olímpicos: Hans Fischer, de Pomerode, em 80 (Moscou) e 84 (Los Angeles); Marcelo Greuel (Blumenau) em 84 (Los Angeles); Márcio May (Salete) em 92 (Barcelona); Daniel Rogelin (Concórdia) em 96 (Atlanta); e Murilo Fischer (Brusque) em 2000 (Sydney).