A final do Circuito Brasileiro de Canoas Havaianas promete disputas acirradas hoje, em Santos. As expectativas ficam para a disputa por equipe masculina (OC6), onde a Brucutus, de Bertioga, foi a melhor ontem, e na individual masculina (OC1), com a participação do maior nome da canoagem brasileira, Sebastian Cuattrin. As disputas começam às 9h, na Ponta da Praia, em frente ao Aquário, com as finais da categoria amadora masculina.

A decisão principal, envolvendo os remadores de Bertioga e da Opium Master, está marcada para as 10h30. A Brucutus levou a melhor no 1.º dia de disputas, chegando 20s à frente dos rivais, que são tricampeões nacionais, prometendo uma bateria acirrada.

Já a bateria individual masculina, com Sebastian Cuattrin, que já disputou duas olimpíadas e tem 93 títulos nacionais na canoagem, será realizada por volta das 11h30. Logo depois, mantendo as tradições da cultura havaiana, será realizada uma apresentação de hula, tradicional dança.

Ontem, nem mesmo as fortes pancadas de chuva atrapalharam a competição. Na OC6 masculina, a equipe Brucutus, comandada por Everdan Riesco, um dos mais experientes remadores de canoa havaiana do País, mostrou um ritmo forte, bem cadenciado e venceu o percurso de 3 km em 12min05s.

A Opium Master, contando com Fábio Paiva, um dos maiores incentivadores da modalidade no Brasil e, sem dúvida, um dos principais canoístas de todos os tempos, e ainda o reforço de Sebastian Cuattrin, ficou em 2.º lugar, cinco segundos atrás. Em 3.º lugar ficou a Ohana, de Santos, com 13min08seg.