John Terry, capitão do Chelsea, afirmou nesta terça-feira que ficou extremamente surpreso com a demissão de Luiz Felipe Scolari. “Fiquei muito chocado com o que aconteceu”, disse Terry, em entrevista concedida na véspera do amistoso entre as seleções de Inglaterra e Espanha.

“Ele tinha todo o meu apoio com certeza e é certo que dois ou três outros jogadores diriam o mesmo”, acrescentou Terry, que eximiu Felipão da campanha irregular do Chelsea no Campeonato Inglês. “Ele é um grande homem, mas não jogamos bem e infelizmente as coisas caíram sobre a cabeça dele. Talvez devessem ter caído sobre as cabeças dos jogadores”, lamentou.

As declarações de John Terry contrariam as informações de que problemas de relacionamento de Luiz Felipe Scolari, principalmente com Didier Drogba, teriam sido um dos motivos que ocasionaram a demissão do treinador.

O Chelsea está muito perto de acertar a contratação do técnico Guus Hiddink, que dirige a seleção russa e passaria a ter dois empregos. Terry preferiu não dar sua opinião sobre a possibilidade de ser dirigido pelo treinador holandês. “Eu não sei muito sobre ele. Teremos que esperar para ver”, disse.