Duas vitórias e um empate. O retrospecto do Corinthians em clássicos na temporada é motivo de orgulho para o técnico Fábio Carille, que inicia na profissão. Depois de derrotar o Palmeiras e o Santos por 1 a 0, em Itaquera, o alvinegro conseguiu arrancar um empate por 1 a 1 no Morumbi, no último domingo, e mostrou força contra os principais adversários do Estado.

“Chegamos fortalecidos (à próxima fase do Paulistão), conhecendo melhor o grupo. Estou muito feliz. Somos a única equipe que não perdeu clássicos, isso mostra maturidade, chegamos fortalecidos neste mês de abril”, comemora o treinador, já se referindo ao fato de que o Corinthians também já assegurou classificação com tranquilidade ao próximo estágio do Estadual.

Apesar de não ter criado muitas oportunidades para marcar na casa do rival, Carille achou que o resultado de 1 a 1 foi justo. “Não tenho os números, mas acho que a quantidade de chances foi parecida. O São Paulo procurou jogar mais no nosso campo, e nós tentamos usar mais triangulações e passes para chegar ao gol adversário. Na minha visão, o São Paulo foi um pouco melhor no primeiro tempo, e o Corinthians foi melhor no segundo”, analisou.

Com a primeira colocação do Grupo A garantida, o comandante alvinegro está aproveitando para fazer alguns testes em seu time. Depois de elogiar Pedrinho contra o Red Bull Brasil, desta vez foi o volante Maycon que ganhou aprovação do chefe. “Em cima de um jogo que exige mais, foi bom ver o Maycon pelo lado, ele é inteligente e abre linha de passe com o Arana. Gostei de ver o que ele rendeu, é mais uma opção que me dá com essas dificuldades que temos tido na frente. É difícil tirar um jogador, colocar outro e ter resultado.”

Quem também vibrou com mais um jogo sem derrota em clássico foi o meia Rodriguinho, que torce para o desempenho ser mantido durante o ano. “A equipe se comportou bem, levamos perigo em bola parada. O Corinthians está mostrando um poder defensivo muito forte, estamos sabendo atuar em jogos grandes, espero que continue assim”, disse.