Carla conseguiu melhorar
quatro posições no ranking.

São Paulo – O triatlo brasileiro continua brilhando no circuito internacional. Após a vitória de Carla Moreno na etapa de Mazatlán da Copa do Mundo, no último domingo, no México, e os bons resultados dos homens, praticamente todos conseguiram subir no ranking da União Internacional de Triatlo (ITU). Carla passou a ocupar a oitava colocação (era 12.ª), entrando no seleto grupo das “top 10”, enquanto Leandro Macedo passou para 20.º (22.º), Juraci Moreira 24.º (28.º), Paulo Miyasiro 55.º (61.º) e Virgílio de Castilho o 75.º (81.º).

A próxima etapa, que vale como última seletiva olímpica, será no dia 9 de maio, no Mundial de Funchal, na Ilha da Madeira (Portugal). A paulista Carla Moreno (Pão de Açúcar/Nike) não tem do que reclamar em 2004. Afinal, ela disputou apenas duas etapas válidas pelo ranking, o Pan-Americano em Acapulco e a prova de Mazatlán, conseguindo somar 847 pontos, sendo na média uma das maiores pontuadoras do ano.

Já garantida nos Jogos Olímpicos, assim como suas companheiras Mariana Ohata (Pão de Açúcar/Brasil Telecom), que manteve a 11.ª posição, e Sandra Soldan (Pão de Açúcar/Brasil Telecom/Reebok), que caiu de 10.ª para 12.ª, ela trabalha para estar no melhor de sua forma em Atenas, sua segunda participação em jogos olímpicos.

No masculino, que ainda não definiu os classificados para a Olimpíada, os quatro triatletas conseguiram melhorar suas posições. O gaúcho Leandro Macedo, quinto em Mazatlán, ganhou duas posições em relação ao ranking anterior, ocupando a 20.ª posição com 3.592 pontos. Ele praticamente assegurou sua presença em Atenas, seja como melhor do ranking ou das seletivas.

Já o paranaense Juraci Moreira (Pão de Açúcar/Brasil Telecom), que terminou em nono no domingo, subiu quatro colocações e ocupa a 24.ª posição, com 3.214 pontos. Ele também está bem perto da vaga em razão da performance nas seletivas. Em Sydney/2000, Juraci formou a equipe brasileira ao lado de Leandro e Armando Barcellos, que vai para Atenas como chefe da delegação. O santista Paulo Miyasiro (Pão de Açúcar/Unimonte) e o carioca Virgílio de Castilho (Pão de Açúcar/Brasil Telecom) subiram seis posições cada. Miyasiro está na 55.ª colocação, com 2.215 pontos, enquanto Virgílio é o 75.º, com 1.732 pontos.

Eles apostam na maior pontuação do mundial e na obtenção da terceira vaga para o Brasil. “Estou acreditando que vamos garantir três vagas. Estamos muito perto disso. Quero muito estar em Atenas. São dois anos batalhando para alcançar esse sonho. Mas ainda falta uma seletiva. O nível está muito equilibrado e o que está definindo é a corrida”, diz Miyasiro.