Rebaixado junto com o Paraná para a Divisão de Acesso, o Cascavel ainda não começou a treinar, mas promete fazer um bom campeonato para voltar a figurar, em 2013, entre os melhores times do Estado. O presidente Nei Vitor afirmou que 70% do elenco que vai se apresentar está em plena atividade em outros campeonatos estaduais. “Estamos aguardando as definições de alguns campeonatos estaduais como o próprio Paranaense e o Mato-grossense. A maioria desses jogadores está em plena atividade. Decidimos contratar jogadores de Primeira Divisão para conquistarmos o acesso”, cravou o presidente do time cascavelense.

Recém-chegado na Divisão de Acesso, o Grecal de Campo Largo quer fazer bonito e tentar, na sua primeira participação, subir para a elite estadual. Com o comando do técnico Ricardo Pinto, o time da região metropolitana de Curitiba está com o elenco praticamente fechado e deverá revelar o nome dos seus jogadores na semana que vem. “Estamos definindo mais três contratações até o início do campeonato. Contamos com a base do time que conseguiu o acesso para a Segunda Divisão e com alguns reforços. A ideia da comissão técnica é de trabalhar com 28 a 30 jogadores”, disse o presidente do Grecal, Luiz Adão Marques.

Comandado pelo técnico Gilberto Papagaio, o Cincão de Londrina tem 24 jogadores no seu elenco, sendo que alguns seguem em período de avaliações. “Além desses jogadores, alguns mais experientes deverão ser contratados para reforçar o time. Teremos um campeonato muito difícil pela frente”, explicou o treinador.

Também disputam a Divisão de Acesso o Grêmio Maringá, o Grêmio Metropolitano e o Foz Futebol, de Foz do Iguaçu.