O Paranaense 2009 marca o início de vida nova no Cascavel. Será a primeira competição do clube sob o comando do presidente Jair Bordignon. Ele assumiu o lugar de Sérgio Santos, que sumiu da cidade e abandonou o clube.

A nova diretoria da Serpente teve que começar o trabalho do zero. “Não ficou nenhuma base aqui. Tivemos que montar um time inteiro, contratando jogador por jogador, sem parcerias com empresas que só prejudicaram o clube”, diz o diretor de futebol Mauri Carlos, o “Zebrão”.

Por enquanto, o elenco do Cascavel conta com 24 jogadores. O goleiro Márcio (ex-Juventude), o meia Pedro Neto (ex-Sport) e o atacante Amilton (ex-Paysandu) são algumas das principais apostas do clube. “Já estamos com o elenco praticamente montado. Estou acertando com dois laterais, que chegam nos próximos dias, para fechar o grupo”, conta o diretor.

Na última segunda-feira, o time se apresentou ao técnico China para o início da preparação final para o Paranaense. “Estamos acreditando muito nesse elenco. Nossa meta é classificar entre os oito. Daí teremos grandes públicos, boas rendas e a motivação é outra”, aposta Zebrão. O Cascavel vai encarar duas pedreiras logo no início do estadual. O time estreia contra o Cianorte, fora de casa. Os primeiros jogos no Estádio Olímpico serão contra Paraná (dia 1.º/2) e Atlético (7/2).