Depois de quatro dias de mistério, o Milan se pronunciou oficialmente nesta quarta-feira sobre o problema de saúde do atacante Antonio Cassano, que foi internado no último sábado. A equipe italiana revelou que o jogador estava com uma “dor cerebral de origem isquêmica”, causada por um problema no coração. Assim, precisará ser operado.

O problema cerebral do atleta foi causado por uma anomalia cardíaca, que estava prejudicando o fluxo de sangue para o órgão. Este problema deverá ser corrigido com a cirurgia.

Mesmo passando por um procedimento cirúrgico cardíaco, que sempre necessita maiores cuidados, a sensação no clube é de otimismo. De acordo com comunicado divulgado no site oficial da equipe italiana, Cassano deve voltar a jogar normalmente “nos próximos meses”.

O atacante foi internado no Hospital Policlínico no último sábado, após a vitória do Milan por 3 a 2 diante da Roma, pelo Campeonato Italiano. De acordo com seus companheiros, ele estava bem, brincando com todos, quando de repente passou a ter problemas de visão, na fala e para se movimentar.

Desde então, diversas hipóteses foram levantadas sobre a causa da internação e o caso abalou o mundo do futebol. Inclusive o ex-jogador argentino Diego Maradona, que enviou uma carta ao atacante dizendo que estava “tocado” e desejando sorte ao “amigo”.

Segundo o comunicado divulgado pelo Milan, Cassano precisará passar pela cirurgia nos “próximos dias” e o rápido diagnostico do problema colaborou para que as condições clínicas sejam boas. No entanto, o tempo de recuperação do jogador será melhor definido após o procedimento e a previsão inicial é de “alguns meses” de afastamento.