Não foi o reencontro que a torcida alvinegra esperava com o estádio Presidente Vargas. Passando por reformas desde janeiro, o PV voltou a receber um jogo na noite desta terça-feira e viu um empate sem gols entre Ceará e Boa, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Os dois times perderam na estreia e não foi agora que conseguiram a reabilitação, mas pelo menos somaram seus primeiros pontos na competição. O primeiro tempo foi bastante equilibrado, com ambos os lados tendo duas boas oportunidades. O Ceará levou perigo com Wallace Pernambucano, mas Luan Polli espalmou para escanteio. Depois, Roberto teve um gol anulado pela arbitragem. Já o Boa assustou em chute de fora da área de Eduardinho e depois exigiu grande defesa de Everson em falta cobrada por Josué.

Pressionado pela torcida, o Ceará dominou o segundo tempo e desperdiçou várias oportunidades. Logo aos 50 segundos, Raul deixou dois marcadores no chão e, de frente para o gol, chutou pela linha de fundo. Depois, Roberto exigiu boa defesa de Luan Polli, que voltaria a salvar o Boa em cabeçada do atacante.

O time mineiro respondeu aos 24 em dois chutes seguidos de Wesley, ambos defendido por Everson. Nos minutos finais, o Ceará mostrou nervosismo e errou muitos passes, não conseguindo furar o bloqueio adversário. A torcida vaiou no fim.

O Ceará volta a campo apenas no sábado da semana que vem, contra o Náutico, às 16h30, na Arena Pernambuco, em Recife. Já o Boa recebe o Oeste na sexta-feira, também da próxima semana, no estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG). As partidas são válidas pela terceira rodada.

FICHA TÉCNICA:

CEARÁ 0 X 0 BOA

CEARÁ – Everson; Tiago Cametá, Luiz Otávio, Rafael Pereira e Romário; Richardson (Pio), Raul e Wallace Pernambucano (Rafinha); Alex Amado (Felipe Tontini), Magno Alves e Roberto. Técnico: Givanildo Oliveira.

BOA – Luan Polli; Léo Baiano, Josué, Douglas Assis e Paulinho; Léo Bartholo (Radamés), Eduardinho (Oliveira), Alyson (Ruan) e Fellipe Mateus; Rodolfo e Wesley. Técnico: Julinho Camargo.

ÁRBITRO – Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO).

CARTÕES AMARELOS – Wallace Pernambucano e Luiz Otávio (Ceará); Léo Bartholo, Eduardinho e Wesley (Boa).

RENDA – 55.847,00.

PÚBLICO – 5.272 pagantes.

LOCAL – Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE).