Mesmo sob nova direção, com o interino Dimas Filgueiras no lugar do técnico Leandro Campos, o Ceará não conseguiu se recuperar na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, o time cearense teve muito trabalho com o Boa, e empatou por 2 a 2, no Estádio Domingão, em Horizonte (CE), e chegou ao segundo jogo sem vencer na competição. O duelo foi válido pela quinta rodada.

Com o resultado, o Ceará segue na zona intermediária, longe dos primeiros colocados. O clube despencou na classificação e caiu para o 13.º lugar, com seis pontos. O Boa, por sua vez, ainda não perdeu fora de casa, mas faz campanha ruim, na 16.ª posição, com cinco pontos.

A partida aconteceu no interior do Ceará, pois tanto o Estádio Presidente Vargas quanto o Castelão estão sendo preservados para a disputa da Copa das Confederações, que terá início no próximo sábado.

De espírito renovado com a troca de treinador durante a semana, o Ceará tomou a iniciativa da partida desde o começo. O meia Luiz Henrique foi o encarregado de distribuir o jogo e levar o time da casa à frente. Foi justamente dele o passe para Macena abrir o placar aos 31 minutos. O meio-campista encontrou o camisa 9 entrando em velocidade. De frente para o gol, o atacante tocou na saída do goleiro.

A estratégia de marcar em cima e encontrar espaço em velocidade no ataque do Boa Esporte caiu por água. Com espaço para atacar, o Ceará teve a chance de ampliar, mas Diogo Orlando chutou em cima do goleiro Leandro.

O Ceará voltou para do intervalo com a mesma postura. Indo para cima do adversário e tentando mais um gol, Luiz Henrique tramou boa jogada na entrada da área e finalizou com categoria, mas a bola passou caprichosamente à direita do goleiro Leandro, saindo pela linha de fundo.

Apesar do amplo domínio, o Ceará foi castigado e acabou sofrendo o empate aos 18 minutos. Airton fez o cruzamento rasteiro pela esquerda e o atacante Luiz Paulo apareceu de carrinho, no segundo pau, para completar e deixar tudo igual.

O Ceará sentiu bastante o gol sofrido. O time passou a errar passes em demasia no campo de ataque e se precipitar em algumas jogadas. Aproveitando disto, o Boa foi ganhando espaço e conseguiu a virada. Airton Oliveira acertou o pé em cobrança de falta, deixando o goleiro Fernando Henrique parado no meio do gol, aos 33 minutos.

A pressão do Ceará deu resultado nos minutos finais. Depois de jogada individual, Vicente arriscou da entrada da área e conseguiu deixar tudo igual aos 45 minutos. Antes do final do jogo, o Boa ainda acertou a trave com Petros.

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira, quando a Série B terá rodada completa. O Ceará recebe o Figueirense, no Estádio Domingão, em Horizonte, às 19h30. Um pouco mais tarde, às 21h50, o Boa recebe o ABC, no Estádio do Melão, em Varginha (MG).

FICHA TÉCNICA:

CEARÁ 2 X 2 BOA

CEARÁ – Fernando Henrique; Eric (Rafael Cruz), Diego Ivo, Anderson Marques e Vicente; Diogo Orlando, João Marcos, Luiz Henrique (Romário) e Lulinha (Gabriel); Magno Alves e Macena. Técnico – Dimas Filgueras (interino).

BOA ESPORTE – Leandro; Xandão, Wallison e Rodrigo Souza; Rafinha (Grafitte), Petros, Betinho, Marcelinho Paraíba (Jair) e Airton Oliveira; Luiz Paulo e Kasado (Fernando Karanga). Técnico – Nedo Xavier.

GOLS – Macena, aos 31 minutos do primeiro tempo; Luiz Paulo, aos 17, e Airton Oliveira, aos 33, e Vicente, aos 45 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Andrey da Silva e Silva-PA.

CARTÕES AMARELOS – Diego Ivo, Anderson Marques, Rafael Cruz e Luiz Henrique (Ceará); Xandão (Boa)

PÚBLICO e RENDA – Não divulgados.

LOCAL – Estádio Domingão, em Horizonte (CE).