O Ceará não tomou conhecimento do Bahia e aplicou 3 a 0, nesta tarde de domingo, no estádio Presidente Vargas, no clássico nordestino desta 19.ª rodada do Brasileirão. O veterano Edmilson fez um golaço de falta para o time alvinegro. Thiago Humberto e Felipe Azevedo também marcaram. O goleiro Diego, porém, é quem foi o grande nome da partida.

O Ceará fecha o primeiro turno do Campeonato Brasileiro com 25 pontos, a sete da zona de rebaixamento. Já o Bahia, que não vence há quatro rodadas, é o primeiro acima das quatro últimas posições, com 21 pontos.

O time dono da casa foi senhor das ações no primeiro tempo. Pressionou até marcar o gol, aos 16 minutos. Foi um gol chorado. Thiago Humberto recebeu em posição de impedimento, chutou para a bola bater na trave e entrar lentamente.

o Bahia esboçou uma reação através de Lulinha, Diones e Júnior Pipoca. Mas todas investidas pararam nas mãos de Diego. O Ceará ainda teve chances seguidas com Marcelo Nicácio, Thiago Humberto e Osvaldo, mas não ampliou.

Logo aos 4 minutos da etapa final, o goleiro Marcelo Lomba machucou-se e saiu para entrada de Tiago. O Bahia passou a ditar as regras do jogo. René Simões queimou as outras duas substituições colocando os atacantes Reinaldo e Maranhão para saídas de Diones e Dodô. A pressão baiana era tamanha que obrigou o treinador Vagner Mancini a reforçar a marcação tirando Boiadeiro e Thiago Humberto.

O Bahia continuava buscado o empate. Aos 30, Diego novamente mostrou serviço e salvou duas vezes investidas de Pipoca e Lulinha. Aos 35, veio a ducha em cima do Bahia. Osvaldo puxou contra-ataque e, serviu para Marcelo Nicácio fazer 2 a 0.

Aos 37, levado pela torcida (mais de 17 mil), Nicácio carimbou a trave. Aos 41 ele saiu para entrada do veterano Edmilson, que ainda ampliou para 3 a 0, aos 46 minutos, cobrando falta.

Na primeira rodada do returno, o Ceará pega o Vasco, no Rio de Janeiro, na quarta-feira, e o Bahia recebe o América Mineiro, na quinta, em Salvador.

FICHA TÉCNICA

Ceará 3×0 Bahia

Ceará – Diego; Boiadeiro (Patrick), Fabrício, Erivelton e Vicente; Michel, Eusébio, Cléber e Thiago Humberto (Felipe Azevedo); Marcelo Nicácio (Edmilson) e Osvaldo. Técnico: Vagner Mancini.

Bahia – Marcelo Lomba (Tiago); Marcos, Titi, Paulo Miranda e Dodô (Maranhão); Fabinho, Marcone, Diones (Reinaldo) e Lulinha; Jones Carioca e Júnior Pipoca. Técnico: René Simões.

Gols – Thiago Humberto, aos 16 minutos do primeiro tempo; Marcelo Nicácio, aos 35, Edmilson, aos 46 minutos dos segundo tempo.

Árbitro – Wilton Pereira (DF).

Cartões amarelos – Marcelo Lomba, Titi e Paulo Maranhão.

Renda e público – Não disponíveis.

Local – Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.