Enquanto a matemática permitir, ainda há esperança de acesso para o Ceará. Na tarde deste sábado, o time alvinegro venceu o Tupi por 2 a 1, na Arena Castelão, em jogo válido pela 34.ª rodada da Série B do Brasileiro, e manteve as chances de disputar uma vaga no G4.

Com o resultado, a equipe cearense chegou aos 50 pontos e subiu para a oitava colocação, com a possibilidade de terminar a rodada a cinco pontos da zona do acesso. O Tupi, por sua vez, é o vice-lanterna, com 30 pontos e poucas chances de se livrar do rebaixamento.

O Ceará iniciou a partida com a proposta de manter a posse de bola e esbarrou em uma forte marcação do Tupi. De qualquer maneira, conseguiu forçar jogadas ofensivas e logo se viu na frente do placar. Com apenas oito minutos de bola rolando, Felipe Menezes bateu forte, o goleiro espalmou e Bill aproveitou a sobra para marcar.

Após o gol, o time da casa seguiu pressionando durante alguns minutos e logo diminuiu o ritmo. Diante da nova postura dos adversários, o Tupi tentou avançar, mas não mostrou qualidade. Na segunda metade da etapa inicial, o Ceará voltou a tomar as rédeas da partida e fez o segundo gol. Aos 39 minutos, Eduardo Cruzou para dentro da área, Lelê dominou e chutou para o fundo da rede.

O Tupi retornou para o segundo tempo com uma proposta mais ofensiva, mas o Ceará continuou mostrando mais objetividade no campo de ataque. Por fim, em uma das primeiras chegadas mais concretas ao campo de defesa adversário, os visitantes conseguiram diminuir. Aos 29 minutos, Hiroshi recebeu, sem marcação, e chutou com convicção para fazer o gol.

Os dois times voltam a campo pela Série B às 19h15 da próxima terça-feira. Enquanto o Tupi recebe o CRB no Municipal de Juiz de Fora (MG), o Ceará vai ao Heriberto Hülse encarar o Criciúma.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 2 X 1 TUPI

CEARÁ – Éverson; Tiago Cametá, Ewerton Páscoa, Charles e Eduardo; Richardson (Raul Silva), Felipe Menezes, Felipe (Serginho) e Wescley; Lelê e Bill (Rafael Costa). Técnico: Sérgio Soares.

TUPI – Rafael Santos; Douglas (Henrique), Gabriel Santos, Bruno Costa e Luiz Paulo; Recife, Renan Teixeira, Vinícius Kiss (Ygor) e Hiroshi; Jonathan (Sávio) e Giancarlo. Técnico: Ricardinho.

GOLS – Bill, aos 8, e Lelê, aos 39 minutos do primeiro tempo; Hiroshi, aos 29 do segundo tempo.

ÁRBITRO – Devarly Lira do Rosário (ES).

CARTÃO AMARELO – Richardson (Ceará).

RENDA – R$ 18.960,00.

PÚBLICO – 3.751 pagantes.

LOCAL – Arena Castelão, em Fortaleza (CE).