O Boston Celtics conseguiu um importante triunfo na noite de segunda-feira. Fora de casa, a equipe derrotou o Cleveland Cavaliers por 104 a 86 e empatou a série melhor de sete jogos da Conferência Leste da NBA em 1 a 1, mostrando que apesar de ser uma equipe veterana ainda pode ser muito perigosa. Agora, o Boston precisa vencer apenas as partidas em que for mandante para avançar à final da sua conferência.

A partida foi praticamente definida no terceiro quarto, vencido pelo Celtics por 31 a 12, que, assim, iniciou o quarto final com uma vantagem de 23 pontos (83 a 60). Ray Allen foi o cestinha da equipe, com 22 pontos, enquanto Rajon Rondo deu 19 assistências. Kevin Garnett conseguiu um “double-double”, com 18 pontos e dez rebotes

LeBron James foi o cestinha da partida, com 24 pontos, e Antawn Jamison fez 16 para o Cavaliers. Anderson Varejão teve boa atuação nos 20 minutos em que esteve em quadra. O brasileiro fez oito pontos e pegou sete rebotes.

O Phoenix Suns abriu 1 a 0 na série melhor de sete jogos das semifinais da Conferência Oeste da NBA contra o San Antonio Spurs ao triunfar por 111 a 102, na noite de segunda-feira, em casa. Para isso, foi liderado por Steve Nash, recuperado de dores no quadril, que anotou 33 pontos e deu dez assistências.

Com o triunfo, o Suns quebrou um tabu contra o Spurs. O San Antonio havido vencido nas últimas quatro vezes a primeira partida das semifinais contra o Phoenix, incluindo dois jogos em Phoenix. Nessas duas ocasiões, em 2005 e 2007, o Spurs conquistou o título da NBA.

Jason Richardson fez 27 pontos e Amare Stoudemire marcou 23 pontos e pegou 13 rebotes para o Suns. Já o brasileiro Leandrinho Barbosa atuou por 14 minutos, com cinco pontos e um rebote. O argentino Manu Ginóbili, que atuou com uma proteção no nariz fraturado, marcou 27 pontos, enquanto Tony Parker fez 26 e Tim Duncan 20 para o Spurs.

Os playoffs da NBA prosseguem nesta terça-feira com as partidas Orlando Magic x Atlanta Hawks e Los Angeles Lakers x Utah Jazz.