“Nós vamos ter uma gestão aberta.” Tentando afastar o rótulo de “continuísta”, mesmo sem esconder o apoio da atual diretoria, os candidatos da chapa “Coração Rubro-negro”, Marcos Malucelli (Conselho Administrativo) e Gláucio Geara (Conselho Deliberativo) conversaram ontem com a equipe da Tribuna.

Eles garantiram que não haverá personalismo caso vençam a eleição de segunda-feira no Atlético -apesar de esperarem a participação de Mário Celso Petraglia.
A saída da direção do hoje presidente do Conselho Deliberativo foi confirmada pelos candidatos.

“Ele disse textualmente que estava saindo”, disse Gláucio Geara, empresário, administrador de empresas e ex-secretário de Estado da Fazenda. Mas ele e Marcos Malucelli deixaram claro que querem a presença do dirigente no dia-a-dia do clube.

“Ele fez muito pelo Atlético. Ele fez e faz parte do nosso grupo, e esperamos contar com ele nos próximos três anos”, afirmou o advogado e hoje diretor de futebol do Furacão.

Mas ambos deixaram evidente o desejo de acabar com o “personalismo” dentro do Atlético. “Não estamos escondendo o apoio e a participação do Mário Celso Petraglia na nossa chapa. Mas são novos tempos, e nós não vamos nos submeter aos caprichos de um único conselheiro”, garantiu Gláucio Geara.

E é por isso que eles não aceitam ser chamados de “continuístas”. “Eu nunca fui presidente de nada no Atlético, o Gláucio também. Na outra chapa, o Fanaya foi presidente do Conselho Administrativo e o Faria do Deliberativo. Então, eles são a continuidade do que vem sendo feito”, atirou Marcos Malucelli.

Os candidatos reafirmaram o interesse na recuperação do futebol rubro-negro. “O futebol, o time dentro de campo move toda a estrutura do clube”, resumiu Malucelli.

“Nós temos que entrar nos campeonatos para disputar os títulos. Isto nos principais, porque no Estadual é obrigação ganhar sempre”, disse o atual diretor do futebol rubro-negro, que disse estar em conversas adiantadas com o técnico Geninho para a permanência deste na temporada 2009.

Eles confirmaram também a revisão das parcerias nas categorias de base do Atlético. “Elas não estão produzindo. Vamos reverter nossos esforços para melhorar a nossa estrutura. Temos que fazer nosso centro de treinamento produzir grandes jogadores”, finalizou Malucelli.

Com a entrevista de ontem, a Tribuna encerra as “sabatinas” aos candidatos da eleição do Atlético. As matérias completas estarão na edição de domingo da Tribuna.