A Chapecoense mostrou que tem tudo para conquistar o acesso para elite do futebol nacional. Neste sábado, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, venceu de virada o Joinville por 2 a 1, com a marca de Bruno Rangel, que anotou os dois gols, chegando aos 26, na artilharia da competição.

A festa foi grande no final do jogo, parecendo que a Chapecoense tinha conquistado o acesso, mesmo faltando 11 jogos. Pela conta da comissão técnica, o time precisa de mais quatro vitórias, já que tem 52 pontos, na vice-liderança. Agora a sete do líder Palmeiras, que perdeu em Natal. Por outro lado, o Joinville chegou ao quinto jogo sem vitória, permanecendo com 42 pontos, mas despencando na tabela de classificação, no momento em sétimo.

Em casa, a Chapecoense começou o jogo em cima, mas tinha muitas dificuldades na criação das jogadas. Melhor para o Joinville, que fechado no campo de defesa era muito perigoso no contra-ataque. A melhor oportunidade foi com Lima, aos 39 minutos. Após cruzamento, ele dominou na área, mas bateu fraco, no meio do gol, facilitando a defesa de Nivaldo.

O Joinville voltou com tudo do intervalo e logo no primeiro minuto fez o gol. Após cobrança de escanteio, o atacante Edu subiu mais que todo mundo e testou para o fundo das redes, sem chances para Nivaldo, vendido na jogada.

Aos 24 minutos, um lance deixou todos na Arena Condá preocupados. O zagueiro Rafael, do Joinville, e o lateral-direito Fabiano, da Chapecoense, tiveram um choque de cabeça. Pior para o jogador do time da casa, que ficou desacordado no gramado e só saiu de campo com a entrada da ambulância. Segundo o médico do clube, ele teve uma convulsão cerebral e foi encaminhado ao hospital.

O fato deu mais força aos jogadores e, aos 26 minutos, a Chapecoense conseguiu o gol de empate. Augusto foi derrubado por Thiago Feltri na área e o árbitro marcou pênalti, em um lance que dará muita discussão. Bruno Rangel bateu no meio do gol. O jogo ficou aberto e, aos 43, a Cequipe da casa virou o jogo. Athos fez um lindo lançamento para Bruno Rangel, que bateu na saída de Ivan, que nada fez.

Os times voltam ao gramado nesta terça-feira, pela 28.ª rodada. O Joinville enfrenta o ABC, às 21h50, na Arena Joinville, em Joinville (SC), enquanto que a Chapecoense visita o América-MG, em Belo Horizonte, às 19h30.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 2 x 1 JOINVILLE

CHAPECOENSE – Nivaldo; Fabiano (Potita), Rafael Lima, André Paulino (Tiago Saletti) e Fabinho Gaúcho; Wanderson, Paulinho Dias, Athos e Nenén; Tiago Luis e Bruno Rangel. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

JOINVILLE – Ivan; Carlos Alberto (Eduardo), Jussani, Sandro e Feltri; Naldo (Rafael), Marcus Winicius, Diogo Oliveira e Marcelo Costa; Edu (Edigar Junio) e Lima. Técnico: Ricardo Drubscky.

GOLS – Edu, a 1, e Bruno Rangel, aos 27 (pênalti) e aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Tiago Saletti (Chapecoense); Naldo (Joinville).

ÁRBITRO – Paulo César de Oliveira (Fifa/SP).

RENDA – R$ 71.370,00.

PÚBLICO – 7.455 pagantes.

LOCAL – Arena Condá, em Chapecó (SC).