A Chapecoense foi buscar o empate por 2 a 2, depois de estar perdendo o clássico catarinense por 2 a 0, e se manteve como a única invicta da Série B do Brasileiro. Mesmo jogando na casa do rival, em Joinville, o líder do campeonato teve forças para evitar a derrota para o terceiro colocado.

Independente do resultado deste sábado, a Chapecoense terminaria a oitava rodada na liderança da Série B. Agora, tem 20 pontos, com dois de vantagem sobre o vice-líder Palmeiras. O Joinville, por sua vez, segue no G4, ocupando o terceiro lugar com 16 pontos – mesma pontuação do Figueirense.

O duelo de artilheiros também acabou igual. Bruno Rangel marcou uma vez para os visitantes e soma 10 gols na liderança da artilharia da Série B. Já o atacante Lima fez um para os donos da casa, na Arena Joinville, e chegou a sete na segunda posição nessa disputa particular.

A partida teve dois tempos distintos. No primeiro, o Joinville foi melhor e abriu 2 a 0. Aos 24 minutos, o lateral Eduardo cruzou rasteiro da direita, o atacante Lima fez o corta-luz e o meia Ricardinho concluiu. O segundo saiu aos 36, quando o atacante Ronaldo cruzou rasteiro, também pela direita, e Lima completou de letra.

Na segunda etapa, o time da casa voltou recuado e acabou sendo punido. Aos 20 minutos, o volante Paulinho Dias levantou pela esquerda e o atacante Bruno Rangel subiu sozinho para marcar de cabeça. O empate da Chapecoense saiu aos 34, quando o atacante Soares dominou na área, limpou a marcação e soltou uma bomba indefensável.

No próximo sábado, o Joinville volta a campo para enfrentar o ABC, no Estádio Frasqueirão, em Natal, e a Chapecoense recebe o América-MG na Arena Condá, em Chapecó.

FICHA TÉCNICA:

JOINVILLE 2 X 2 CHAPECOENSE

JOINVILLE – Ivan; Eduardo, Rafael, Sandro e Rafinha; Augusto Recife, Marcus Vinícius, Ricardinho e Wellington Bruno (Somália); Lima e Ronaldo (Kim). Técnico – Arturzinho.

CHAPECOENSE – Nivaldo; Glaydson (Soares), Rafael Lima, Dão e Tiago Saletti (Anderson Pico); Paulinho Dias, Augusto (Tiago Luís), Diego Felipe e Athos; Fabinho Alves e Bruno Rangel. Técnico – Gilmar Dal Pozzo.

GOLS – Ricardinho, aos 24, e Lima, aos 36 minutos do primeiro tempo; Bruno Rangel, aos 20, e Soares, aos 34 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC).

CARTÕES AMARELOS – Augusto Recife, Rafael, Eduardo e Kim (Joinville); Tiago Saletti (Chapecoense).

CARTÃO VERMELHO – Eduardo (Joinville).

RENDA – R$ 142.260,00.

PÚBLICO – 10.177 torcedores.

LOCAL – Arena Joinville, em Joinville (SC).