Perto do acesso à elite, a Chapecoense empatou a sexta partida seguida na Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta terça-feira, ao ficar 0 a 0 com o América-RN, na Arena Condá, em Chapecó, na abertura da 34.ª rodada. O resultado adiou o título do Palmeiras, que não se sagrará campeão antecipado no sábado mesmo se vencer o Joinville.

Apesar da sequência sem vitórias, o time catarinense segue tranquilo na luta pelo acesso. A Chapecoense é vice-líder, com 62 pontos, e segundo as contas da comissão técnica precisa de mais uma vitória para confirmar a chegada histórica ao Brasileirão. O América-RN também não corre risco de rebaixamento e fica na confortável 14.ª posição com 41 pontos.

A partida nem havia começado direito e o América-RN levou perigo pela primeira vez. Com apenas 20 segundos de jogo, o meia Régis carimbou a trave de Nivaldo. Apesar do susto no começo, a Chapecoense seguia com as mesmas dificuldades das últimas partidas. O meio de campo, um dos fortes da equipe na Série B, não conseguiu chegar com força ao campo de ataque e os atacantes Soares e Bruno Rangel sofriam na briga com os zagueiros e tinham dificuldades em finalizar.

O América-RN aproveitava os espaços que tinha para jogar e seguia levando perigo. Adriano Pardal tentou de fora da área e assustou o goleiro Nivaldo. Debaixo de vaias, o time catarinense foi para os vestiários em busca de reação.

As reclamações surtiram efeito na Chapecoense, pois o time voltou melhor dos vestiários. Atuando mais pelos lados do campo, os donos da casa pressionaram. Aos 13 minutos, o goleiro Andrey precisou se esticar todo para impedir que Bruno Rangel abrisse o placar em jogada de bola aérea. A pressão aumentou de vez quando o atacante Adriano Pardal colocou a mão na bola, recebeu segundo amarelo e foi expulso, deixando o América-RN com um a menos.

O time potiguar fez o possível e o impossível para segurar o resultado. Andrey apareceu mais uma vez para fazer excelente intervenção após cabeçada de Bruno Rangel. No final, foi uma chuva de bolas na área do América-RN, mas nenhuma que mexesse no placar da partida.

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira quando a Série B terá rodada completa. A Chapecoense encara o Paraná, no Estádio Durival de Brito, em Curitiba, às 19h30. Já o América-RN recebe o América-MG, no Estádio Nazarenão, Goianinha, às 21h50.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 0 X 0 AMÉRICA-RN

CHAPECOENSE – Nivaldo; Fabiano, Rafael Lima, Dão (Rodrigo Gral) e Radar (Tiago Saletti); Wanderson, Paulinho, Neném e Potita; Bruno Rangel e Soares (Fabinho Alves). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

AMÉRICA-RN – Andrey; Norberto, Cléber, Edson Rocha e Raí (Laércio); Márcio Passos, Coutinho, Neto e Régis (Cascata); Rodrigo Pimpão (Zé Antônio) e Adriano Pardal. Técnico: Leandro Sena.

ÁRBITRO – Claudio Francisco Lima e Silva (SE).

CARTÕES AMARELOS – Radar (Chapecoense); Andrey, Adriano Pardal e Márcio Passos (América-RN).

CARTÃO VERMELHO – Márcio Passos (América-RN).

RENDA – R$ 90.030,00.

PÚBLICO – 9.945 pagantes.

LOCAL – Arena Condá, em Chapecó (SC).