O chefe de equipe da Ferrari, Stefano Domenicali, voltou a falar sobre uma possível ajuda de Kimi Raikkonen a Felipe Massa, na disputa pelo título da Fórmula 1. O dirigente afirmou que tanto o finlandês quanto o brasileiro terão de colocar os interesses da equipe acima de tudo.

“A disputa pelos dois títulos [Pilotos e Construtores] será muito acirrada. Kimi e Felipe encontraram-se com o presidente [Luca] Di Montezemolo, e ele deixou muito claro que o objetivo da equipe é encerrar a temporada com os dois títulos”, afirmou Domenicali.

“Os dois pilotos trabalharão neste sentido nas últimas corridas. Posto isso, o bem da equipe vem em primeiro lugar, como sempre na Ferrari”, disse o dirigente, dando a entender que – se necessário – Raikkonen irá sim ajudar Massa.

O brasileiro é o vice-líder do Mundial com 77 pontos, apenas um atrás de Lewis Hamilton. Raikkonen, com 57, ocupa a quarta posição. Restam quatro corridas para o fim da temporada e o finlandês já afirmou que torce por um milagre para ser bicampeão.