O Chelsea fez 3 a 1 no Monterrey hoje, em Yokohama, no Japão, e vai enfrentar o Corinthians na final do Mundial de Clubes da Fifa 2012. O time brasileiro, que assistiu ao jogo do estádio, não terá vida fácil, se depender do estilo de pressão ofensiva demonstrado pelo time inglês sobre os mexicanos. O público pagante foi de 36.648.

A grande decisão do torneio começará às 8h30 (de Brasília). O Monterrey, com a derrota, decide o terceiro lugar contra o egípcio Al Ahly, no mesmo domingo e também em Yokohama, só que o jogo começa mais cedo, às 5h30 (de Brasília).

Para garantir a vitória, o técnico Rafa Benítez escalou o brasileiro David Luiz como volante, já que Ramires e Lampard começaram no banco de reservas, e Oscar como titular. E com as subidas deles ao ataque, o time inglês chegava com muito perigo, fazendo os defensores do Monterrey correr atrás da bola, sendo envolvidos pelo toque de bola.

Era questão de tempo o gol, e o primeiro foi sair aos 17min. Oscar lançou, de calcanhar, Ashley Cole na esquerda, que rolou para Mata dominar e chutar forte, rasteiro, no canto, e abrir o placar, 1 a 0. O suficiente para o time inglês virar com a vantagem e deixar bem claro que tinha mais equipe que os mexicanos.

O nocaute veio no começo do segundo tempo. Com 17s, Fernando Torres chutou ao gol e a bola desviou na defesa, após grande jogada de Hazard, fazendo 2 a 0. Com 3min, Fernando Torres virou a bola para Mata, na direita, que cruzou para a finalização, mas o zagueiro Chavez, do Monterrey, desviou para fazer gol contra, 3 a 0. Depois disso, com tranquilidade, o Chelsea começou a tocar a bola e permitir que o Monterrey chegasse mais ao ataque.

Só que a pontaria de Delgado e De Nigris, quando acertavam o rumo do gol, paravam no goleiro Cech, que fez várias defesas e teve boas saídas, mas sempre seguro o suficiente. Aos 46min, De Nigris descontou para fechar o placar: 3 a 1.