O Chelsea pode não ter um grande time quando comparado às principais forças da Europa, mas tem uma equipe decisiva. Nova prova disso veio neste sábado, com o título da Copa da Inglaterra, numa vitória por 2 a 1 sobre o Liverpool, em Wembley. Ramires, que já havia feito gol sobre o Barcelona, voltou a ser decisivo abrindo o placar. Drogba marcou o segundo e Andrew Carroll descontou.

O jogo, porém, vai ficar marcado por um lance polêmico. A nove minutos do fim, Suárez cruzou da direita da área e encontrou Carroll livre no segundo pau para cabecear. Peter Cech fez defesa incrível, em cima da linha. O centroavante inglês, porém, saiu comemorar e não aproveitou o rebote. O Liverpool reclamou bastante do lance, julgando que a bola passou completamente a linha do gol.

O resultado deve dar muita moral ao Chelsea, que faz mais dois jogos pelo Campeonato Inglês – um deles contra o Liverpool, terça, fora de casa – antes da final da Liga dos Campeões, dia 19 de maio, em Munique.

O JOGO – Autor do primeiro gol no empate em 2 a 2 com o Barcelona, no Camp Nou, nas semifinais da Liga dos Campeões, Ramires voltou a ser decisivo neste sábado. Aos 10 minutos de jogo, ele recebeu de Mata na direita do ataque, deixou para trás o marcador, invadiu a área, e bateu tirando de Pepe Reina para fazer 1 a 0 para o Chelsea.

Outro jogador que sempre brilha em decisões, Drogba fez o segundo. Aos 7 do segundo tempo, o marfinense recebeu passe perfeito de Lampard na esquerda da área, foi mais ágil que o marcador, chutou cruzado, e ampliou. Este foi o oitavo gol do atacante em dez jogos no novo Wembley, sendo o artilheiro do estádio.

O Liverpool conseguiu descontar num erro de Bosingwa, que foi sair jogando na direita da defesa e foi travado por Downing. A bola sobrou na área para Carroll, que fintou Terry e bateu forte, sem chances para Cech.

No fim, o Liverpool ainda pressionou bastante, mas o Chelsea, que segurou o Barcelona para chegar à final da Liga dos Campeões, sabia exatamente o que fazer para não levar gols.

O título é o sétimo do Chelsea na Copa da Inglaterra, o terceiro desde que Roman Abramovich comprou o clube. No total, já são 12 títulos conquistados pelo time do oeste de Londres de 2004 para cá.