O Cianorte tem vaga garantida na Série C do Campeonato Brasileiro. O Nacional, também. Só que apesar do primeiro estar na semifinal do Paranaense, o time de Rolândia é que terá a ajuda de custo da CBF para viagens. Não é proteção: em dezembro, uma reunião entre os 16 clubes do estadual previu o benefício ao vencedor do “torneio da morte” do estadual.

O Cianorte protesta. “Fui contra esta decisão, mas meu voto foi vencido”, queixa-se Luís Carlos Bersani, diretor do Cianorte, antes de arrematar: “Ninguém falou em ajuda de custo para o segundo colocado. O Nacional está atrás do Paraná Clube e se terminar assim não deveria ter este direito”. Do site www.futebolpr.com.br