O lateral-direito Cicinho afirmou nesta quarta-feira que o São Paulo fez de tudo para mantê-lo até o final da Libertadores, competição em que a equipe disputará a semifinal contra o Internacional. O clube paulista queria uma prorrogação no empréstimo, porém a Roma, detentora do passe do jogador, não aceitou a proposta.

“O São Paulo queria um novo empréstimo de três meses, mas a Roma exigiu minha reapresentação e não foi possível a minha permanência. A ideia do São Paulo era, em caso de título, que eu também ficasse para a disputa do Mundial, mas infelizmente não aconteceu. Agora é bola pra frente e minha cabeça já está voltada para a temporada com a Roma. O São Paulo fez o que podia neste caso”, explicou Cicinho.

Na Roma, o jogador terá a companhia de vários brasileiros, entre eles, o atacante Adriano e o volante Fábio Simplício, contratados recentemente pela equipe italiana. O lateral elogiou os novos reforços da Roma para a temporada de 2010/2011.

“A chegada de Adriano e Fábio Simplício tornarão nossa equipe ainda mais forte. São dois grandes jogadores e tenho certeza que vamos atrás de objetivos grandes nesta temporada. Teremos Campeonato Italiano, Copa da Itália e Liga dos Campeões e vamos em busca das conquistas”, almeja Cicinho.