Terceiro colocado na Volta da França de 2011, o ciclista Frank Schleck foi suspenso por um ano nesta quarta-feira por doping. O atleta de Luxemburgo foi punido por ter sido flagrado em exame realizado durante a edição 2012 da tradicional competição.

Schleck testou positivo para o diurético Xipamida, substância proibida, durante a competição e precisou deixar a Volta quando faltavam apenas cinco etapas para o fim. O ciclista era um dos líderes da prova.

Em razão da punição anunciada nesta quarta, o atleta não poderá participar da Volta da França deste ano, a primeira desde a cassação dos sete títulos do norte-americano Lance Armstrong, por doping.

“A decisão de me suspender por um ano é muito severa considerando o fato de que o conselho [organização] já sabia que eu consumi um produto contaminado de forma não intencional”, reclamou o ciclista, em nota oficial.

Schleck corria o risco de ser suspenso por até dois anos, mas as autoridades antidoping de Luxemburgo minimizaram o caso. “O fato de que ele nunca foi condenado e nunca havia testado positivo em inúmeros exames permite ao Conselho Disciplinar considerar que uma suspensão de 12 meses é proporcional”, registrou a entidade nacional.

A equipe do ciclista, a RadioShack Nissan Trek, avisou que vai analisar o veredicto das autoridades antes de tomar qualquer decisão em relação ao futuro do ciclista. A direção do time poderia apelar à Corte Arbitral do Esporte (CAS).

Frank Schleck e seu irmão Andy são dois dos principais ciclistas do mundo. Andy se sagrou campeão da Volta da França de 2010, após a suspensão imposta ao então vencedor Alberto Contador. Frank, por sua vez, acumula vitórias em diversas etapas da competição nos últimos anos.