O nadador César Cielo se classificou com tranquilidade para a final dos 50 metros livre do Troféu Maria Lenk, que está sendo realizado em Santos. Nesta terça-feira, ele venceu a sua bateria pelas semifinais com o tempo de 22s55. A marca foi a segunda melhor, já que Bruno Fratus nadou a distância em 22s39. A final será disputada na quarta-feira, com previsão de início para as 11h18.

O tempo de Cielo foi inferior ao das eliminatórias na segunda-feira, quando foi o mais rápido com o tempo de 22s38. Ele garantiu que as dores nas costas não o incomodam mais. “Fiz o que tinha que fazer e amanhã é que venho para dar o máximo. Senti um desconforto, uma dor nas costas ontem, mas já passou e agora vou descansar o dia todo para estar bem amanhã”, disse.

A final masculina dos 200 metros peito, disputada nesta terça-feira, teve um resultado surpreendente. A disputa foi vencida por Tales Cerdeira, com o tempo de 2min10s91, que superou os favoritos Henrique Barbosa e Thiago Pereira, segundo e terceiro colocado, respectivamente. “Nem consegui dormir direito essa noite pensando na prova. Estava muito ansioso por que não dei tudo nas eliminatórias e sabia que podia vencer”, afirmou Tales.

No revezamento 4×50 metros, o Pinheiros e Bruno Fratus voltaram a superar Cielo, agora nadador do Flamengo. O clube paulistano venceu a disputa com o tempo de 1min29s67. A equipe carioca, com Cielo, havia nadado a distância em 1min29s91 na segunda-feira e ficou na segunda colocação. O Pinheiros também venceu a prova feminina, com o tempo de 1min42s99.

Poliana Okimoto venceu a prova dos 800 metros livre com o tempo de 8min36s59, que é o melhor da sua carreira nesta distância. “Estou muito feliz de aos 27 anos conseguir competir bem em duas modalidades, natação e maratonas aquáticas, que são completamente diferentes. Só tenho a agradecer ao meu técnico [Ricardo Cintra] e a todo mundo que acredita em mim”, disse.

O austríaco Markus Rogan venceu os 200 metros costas, com o tempo de 1min58s21. Já Luiz Arapiraca ganhou a disputa dos 1.500 metros livre em 15min21s12. A prova feminina dos 200 metros peito foi vencida por Michele Schmidt, com o tempo de 2min37s32.

Com os resultados, o Minas Tênis Clube está na liderança do Troféu Maria Lenk, com 462 pontos, seguido pelo Pinheiros, com 365, do Corinthians com 303, e da Unisanta, com 269 pontos. A disputa prossegue na quarta-feira e termina no domingo.