O atacante Luís Fabiano passou na tarde desta sexta-feira por uma cirurgia no tendão da parte posterior da coxa direita, na região do joelho, para tirar uma fibrose e acabar com as dores que vinham impedindo a sua estreia no São Paulo. A operação foi realizada no Hospital do Coração, na capital paulista, e durou aproximadamente 40 minutos, sendo considerada um sucesso pelos médicos.

“A cirurgia foi ótima, solucionou a lesão e a recuperação dependerá da evolução diária do jogador”, explicou o médico Rene Abdalla, responsável pela operação realizada nesta sexta-feira. Não foi dado um prazo para a volta de Luís Fabiano aos treinos, mas a expectativa é de que ele fique pelo menos um mês afastado dos gramados – o São Paulo promete fazer uma nova avaliação daqui a três semanas.

Quando foi contratado pelo São Paulo, no começo de março, por 7,6 milhões de euros, Luís Fabiano já estava contundido – sofreu a lesão defendendo o Sevilla, da Espanha. Os médicos do clube chegaram a liberá-lo duas vezes para fazer a estreia, em jogos da Copa do Brasil, mas o atacante voltou a sentir dores e não entrou em campo. Dessa vez, ele chegou a treinar no começo da semana, criando esperança de jogar na abertura do Brasileirão, o que foi descartado nesta sexta-feira.

Cansado das dores e da recuperação demorada, Luís Fabiano pediu uma “solução rápida” aos médicos do São Paulo. Diante disso, a operação foi realizada nesta sexta-feira, deixando a estreia do atacante de 30 anos sem uma data prevista. “Não é uma lesão grave, mas é uma lesão rara. Não vamos estipular prazo neste caso. Isso gera uma expectativa grande no próprio atleta”, explicou o médico do clube, José Sanchez, lembrando que o jogador precisará andar de muletas por duas semanas.