A torcida das numeradas cobertas vai pagar caro por não ter apoiado o time como deveria no jogo de quarta-feira, contra o Cruz Azul, na estréia do Corinthians na Copa Libertadores: o preço dos ingressos daquele setor terá um aumento de 60% no próximo mando de jogo da equipe na competição – no dia 11 de março, contra o Strongest, da Bolívia.

Em compensação, o torcedor das arquibancadas e do tobogã que apoiaram a equipe do começo ao fim, serão beneficiados com uma redução no preço dos ingressos. A promessa é do vice-presidente de futebol do Corinthians, Antonio Roque Citadni que também promete acabar com os ?bicões? nos jogos do clube. “É para pagar língua. Vamos colocar 50 paus a numerada e 10 o tobogã. O Corinthians mudou. Se esses malas (chatos) do setor azul (numeradas cobertas) não perceberam, podem tratar de ficar em casa. Se vierem, vão pagar mais caro para vaiar. A grande maioria desses caras são uns bicões. Se for depender deles, o time está roubado?, alfinetou o dirigente.