O volante Claiton rescindiu hoje seu contrato com o Consadole Sapporo, do Japão, e está livre para negociar com qualquer equipe.

A equipe japonesa divulgou uma nota em seu site oficial alegando que o Predador está coma uma lesão no tendão de aquiles e precisará de um a dois meses para voltar aos gramados. Esta  teria sido a justificativa do Sapporo por rescindir o contrato do jogador.

Claiton, ídolo da torcida atleticana, tentou retornar ao clube no início do ano. O negócio estava tudo certo, mas o clube japonês voltou atrás e pediu uma quantia considerada alta pela diretoria atleticana.

A reportagem tentou entrar em contato com o presidente do Conselho Administrativo do Atlético, Marcos Malucelli, e com o diretor de futebol, Ocimar Bolicenho, mas não teve as ligações atendidas.