Terminou sem gols o clássico mineiro entre Atlético e Cruzeiro disputado nesta tarde, em Belo Horizonte. A partida foi válida pela sétima rodada do Campeonato Mineiro e registrou o recorde de público da competição, com 54.875 pagantes.

O resultado mantém o Cruzeiro na ponta da tabela. Além disso, o time azul celeste permanece invicto na temporada 2008. O Atlético está em terceiro lugar, atrás do Tupi, de Juiz de Fora.

A partida foi morna, principalmente no primeiro tempo, com poucas oportunidades de gol para cada lado. Ambos os times jogaram com desfalques no ataque, o que comprometeu a conclusão das principais jogadas. O Atlético não pôde contar com Marques, contundido. O Cruzeiro perdeu Guilherme, que sentiu lesão logo aos 20 minutos do primeiro tempo

Na etapa inicial, o Atlético conseguiu ter mais posse de bola que o rival, mantendo o domínio do setor do meio-de-campo. Mesmo assim, as ameaças ao gol cruzeirense foram mínimas. No segundo tempo, a partida ganhou mais movimentação, com ambos os times procurando mais abertamente o gol.

Só que as tentativas não foram suficientes para inaugurar o marcador. Marinho chegou a anotar um tento para os alvinegros, corretamente anulado por impedimento do atacante.

No final da partida, o time do Cruzeiro jogou com três atletas contundidos e impossibilitados de serem substituídos, uma vez que o técnico Adilson Batista, àquela altura, já efetuara três mudanças em sua equipe. A preocupação tornou-se, então, defender – algo que o time conseguiu fazer bem.

Pela próxima rodada, o Cruzeiro enfrentará o Rio Branco, no Mineirão, no próximo dia 13. O Atlético enfrentará o Ipatinga, em partida realizada na cidade do Leste Mineiro, no próximo domingo.