Já classificado para a segunda fase da Liga dos Campeões com o primeiro lugar do Grupo G, o Atlético de Madrid poupou boa parte dos seus titulares para enfrentar o Zenit e o frio de 6º C negativos de São Petersburgo, nesta terça-feira. Na casa do rival, perdeu os 100% de aproveitamento, mas manteve a invencibilidade, empatando em 1 a 1.

David Villa, Luis Filipe e Diego Costa estavam entre os jogadores que sequer foram relacionados pelo técnico Diego Simeone para a viagem. O argentino já deixava claro, assim, que o objetivo era apenas cumprir tabela e observar alguns atletas, visando a sequência da competição e também do Campeonato Espanhol.

Ainda assim foi o Atlético que abriu o placar. Aos 8 minutos do segundo tempo, Adrián recebeu de Raúl Garcia nas costas da zaga, invadiu a área com a bola dominada e tocou por baixo das pernas de Lodygin.

O Zenit empatou num gol contra. Aos 29, após cruzamento da direita, o zagueiro belga Alderweireld botou a cabeça na bola e ela subiu em direção ao gol. Seu compatriota Courtois falhou no golpe de vista, pulou atrasado, e aceitou.

O resultado complica o Zenit, time de Hulk (que foi titular nesta terça). Os russos têm seis pontos e podem ser ultrapassados pelo Porto, que joga logo mais, em casa, contra o Áustria Viena, e se vencer vai a sete. Na última rodada, dia 11, o Porto vai a Madrid e o Zenit a Viena.