O técnico Adilson Batista não deve fazer muitas alterações no Atlético para a estreia no Campeonato Brasileiro, sábado, contra o Atlético-MG. A tendência é que ele mantenha a mesma base que vinha jogando na Copa do Brasil.

Uma das poucas mudanças pode ser a entrada de Cleber Santana, que chegou na semana passada, mas que precisa ter o nome registrado no Boletim Informativo Diário da CBF para que possa jogar.

“Não vai fugir daquilo que vocês vêm acompanhando. Deixa estar todo mundo regularizado, aprovado, aí vamos trabalhar e vocês vão ver. Não tem segredo não”, afirmou o treinador.

Cleber Santana é jogador mais próximo de ter a situação regularizada até sexta-feira, por conta de faltarem apenas alguns detalhes para sua inscrição na CBF. Mas Adilson espera que não só Cleber, mas o goleiro Márcio e o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira também consigam a liberação.

Assim, terá mais opções para montar a equipe. Os três chegam recebendo elogios do treinador. “Trabalhei com o Márcio. O Cleber conheço do São Paulo, e desde o Sport. Há um bom tempo acompanho o jogador e sabemos do potencial dele. O Marcelo também, já trabalhamos contra. Eles vão acrescentar, vamos ver se conseguimos colocar todo mundo à disposição para, no sábado, nos ajudar”, explicou o treinador.