A belga Kim Clijsters, ex-número 1 do mundo, não deu chances à australiana Samantha Stosur nesta quarta-feira e venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/5, pelas quartas de final do Torneio de Miami. Agora Clijsters terá pela frente a compatriota Justine Henin, que eliminou a dinamarquesa Caroline Wozniacki.

Na semifinal, Clijsters e Henin reviverão uma rivalidade que surgiu ainda no final dos anos 90. Desde então, elas fizeram 33 confrontos, incluindo três finais de Grand Slam, com ligeira vantagem para Henin, com 12 vitórias, diante de 11 da rival.

Além da rivalidade e da nacionalidade, as duas atletas têm em comum o retorno ao circuito nos últimos meses. Elas haviam anunciado a aposentadoria, mas decidiram voltar ao tênis profissional recentemente e têm boas chances de brigar pelo topo do ranking da WTA. Clijsters já é a número 16 do mundo.

Nesta temporada, que marcou o retorno de Henin, as duas se enfrentaram na final do Torneio de Brisbane, em janeiro, com vitória e título de Clijsters. A semifinal em Miami será o primeiro confronto entre as belgas em um grande torneio desde a semifinal de Wimbledon, em 2006.

Para alcançar a semifinal nesta quarta, Clijsters precisou superar Stosur. Melhor em quadra, a belga não teve o saque ameaçado no primeiro set e aproveitou a única chance que teve para quebrar o serviço da rival.

A australiana equilibrou a partida na parcial seguinte. Chegou a se impor no saque da belga, mas acabou perdendo o serviço por duas vezes, em sete oportunidades, e se despediu da competição após 1h17min de duelo.