Rio de Janeiro – Depois de comandar o planejamento e a execução dos Jogos Pan-Americanos, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) está trabalhando em outro grande projeto esportivo.

Um centro de treinamento olímpico com capacidade para alojar centenas de atletas de vários estados do país e dotado dos melhores equipamentos esportivos é o novo projeto, que deve ser anunciado em janeiro.

A informação é do dirigente do COB Carlos Roberto Osório, que agora busca patrocínios para concretizar a megaestrutura a ser construída no Rio de Janeiro.

?Estamos buscando recursos na iniciativa privada e em organismos internacionais. Estamos com um trabalho muito intenso com o Ministério do Esporte para agora, no início de janeiro, eventualmente anunciar a criação do centro de treinamento olímpico do Brasil, o primeiro do nosso país e da América do Sul, que é o legado mais sonhado do esporte olímpico brasileiro.?

Inicialmente projetado para funcionar junto ao Estádio do Engenhão, em galpões que pertenciam à companhia ferroviária Central do Brasil, Osório argumenta que a área ali não é suficiente para a magnitude do projeto. Mas no local poderão funcionar, em parceria com a prefeitura do Rio, espaços de iniciação esportiva para a comunidade.

?O objetivo do COB, quando recebeu a área do Engenhão, era a montagem de um centro de treinamento. Mas a construção do estádio acabou requerendo novas áreas e o projeto está sendo reestudado.?

Segundo o dirigente, o centro de treinamento vai reunir atletas de várias modalidades, categorias e faixas, desde a iniciação esportiva até competidores de alto rendimento. Terá hospedagem, salas de aula e toda estrutura esportiva.

?Hoje o Brasil tem uma carência porque diversos jovens talentos são descobertos e não têm para onde ser encaminhados. Com isso perdemos potenciais campeões, por não termos um local adequado para lapidar esses atletas até o momento em que eles se tornam grandes competidores?.