O Comitê Olímpico Internacional (COI) ganhou um novo patrocinador de peso nesta quinta-feira, quando, em entrevista coletiva, anunciou um acordo até 2028 com o Alibaba Group. A empresa chinesa é uma gigante do comércio eletrônico e será parceira oficial do movimento olímpico em “serviços de nuvem” e “serviços de plataforma de e-commerce”, da mesma forma que anunciará no Olympic Channel, novo canal de tevê do COI.

“Neste novo mundo digital, a Alibaba está numa posição única para ajudar o COI a alcançar uma variedade de objetivos-chave definidos na Agenda Olímpica 2020, ao mesmo tempo que molda positivamente o futuro do Movimento Olímpico. Esta é uma aliança inovadora e ajudará a impulsionar a eficiência na organização dos Jogos Olímpicos até 2028, ao mesmo tempo que apoiará o desenvolvimento global de oportunidades digitais, incluindo o Olympic Channel”, disse Thomas Bach, presidente do COI.

O anúncio da parceria aconteceu durante o Fórum Mundial Econômico de Davos, na Suíça, e contou também com a presença do fundador e CEO da Alibaba, Jack Ma. “Nós estamos orgulhosos de apoiar a Agenda 2020, usando nossas inovações e tecnologias para ajudar a evoluir os Jogos Olímpicos para a era digital”

Pela parceria, a Alibaba vai oferecer seus serviços de hospedagem de dados em nuvem, da mesma forma que será a responsável por criar uma plataforma global de comércio eletrônico de itens licenciados pelo movimento olímpico.

Nos últimos meses, a Alibaba, concorrente global de empresas como a americana Amazon, tem se lançado com peso no esporte. A partir de sua marca de carros elétricos, a Alibaba E-auto, fechou contrato de oito anos de patrocínio aos Mundiais de Clubes da Fifa. Também em dezembro, assinou com a AIBA (boxe) e com a World Rugby (rúgbi).